Receba Atualizações do BLOG em seu E-Mail

domingo, 8 de janeiro de 2017

Devocional Dia Perfeito: Eu Não Abro Mão 8/365

“Qual é a mulher que, possuindo dez dracmas e, perdendo uma delas, não acende uma candeia, varre a casa e procura atentamente, até encontrá-la?
E quando a encontra, reúne suas amigas e vizinhas e diz: ‘Alegrem-se comigo, pois encontrei minha moeda perdida’. Lucas 15:8-9
Jesus ensinava as pessoas valores eternos de forma simples e com lições do cotidiano. A lição que eu extrai deste texto, são tão preciosas, que percebo que embora esta mulher tivesse outras 9 moedas de prata, num dado momento ela percebe que lhe faltava uma, ela não mede esforço pra buscar o que havia se perdido.
Segundo a tradição, estas moedas seriam presentes que ela havia ganho ao se casar, algo precioso demais pra não fazer conta.
Eu apliquei esta mensagem a minha própria vida da seguinte forma:
Não podemos abrir mão do que temos recebido, são presentes de estimado valor, cada “moeda” dessa, são valores de um caráter forjado por Cristo, são relacionamentos em família, em sociedade, são presentes dado por Deus de inúmeras formas. E se de alguma maneira temos isto por comum, passamos a desvalorizar o que um dia já foi um presente para nós.
Temos a incoerência de deixar a rotina, e os padrões deste século, depreciarem o que é precioso e por estes e outros motivos perdemos e quando é perdido, se não tiver a vontade criteriosa de resgatar, perde-se tudo. Mas o Espírito Santo convida e com sua luz gloriosa Ele ilumina cada canto de um coração e convence, até que uma faxina minuciosa seja feita, pra rever conceitos, valores, atitudes, padrões de Reino dos céus e que torna capaz de executar um glorioso resgate, a qualquer custo!
Isso trará alegria, até o ponto de influenciar os que estão ao redor, isso é o que Deus faz, quando não se abre mão de tesouros de incalculável valor. E estes tesouros são inseridos por Ele em nossas vidas.
Minha declaração:
Eu não abro mão Senhor!
Assim como não abriste mão de mim.
E resgatou minha alma destituída de Deus.
Eu não abro mão
Carla Kelly

Nenhum comentário:

Postar um comentário