Receba Atualizações do BLOG em seu E-Mail

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Devocional Dia Perfeito: Deus Torna-nos Prontos 4/365

"Por ti darei a minha vida.
Respondeu-lhe Jesus: Tu darás a tua vida por mim? Na verdade, na verdade te digo que não cantará o galo, enquanto me não tiveres negado três vezes: Jo.13:37,38

Acredito que quando Pedro ouve essa verdade, ela foi elevada demais pra ele admitir, em outras palavras, Jesus queria adverti-lo sobre o quanto ele não estava pronto, e que não adiantaria se gabar. Quando se está focado em si mesmo, e ludibriado em rasas convicções, não é possível sustentar o que dizemos a respeito de nós mesmos, não diante de quem nos sonda por dentro, Jesus conhecia a Pedro,
Ele nos conhece.
E só nos conhecemos diante da verdade e confrontação da Palavra, e assim sabemos o quanto é absolutamente impossível ser e realizar algo sem Jesus.
Como proferido por Cristo, Pedro realmente o negou, chorou amargamente, conheceu a si mesmo de forma dolorosa, e admitiu não estar pronto.
Depois da morte e ressurreição de Cristo, Jesus foi encontrá-lo, porque é isso que Cristo faz, e o indagou por 3 vezes se ele realmente o amava.
E agora Pedro não firmado em suas atitudes e convicções falíveis, mas no fato de que, o próprio Cristo morreu, sendo que nós que infringimos seus mandamentos, ele só pode responder que o ama... "Amas-me? E Disse-lhe: Senhor, tu sabes TUDO; tu sabes que eu te amo." Jo. 21:16
Deus sabe de tudo, quem realmente somos quando focados em nós mesmos, e em quem realmente nos tornamos NEle, o processo é doloroso, mas é imbatível e torna-nos PRONTOS, a resposta é única após isso.
" Senhor, tu sabes TUDO; Tu sabes que eu te amo"
Carla Kelly

Amados depois de ter postado o texto, encontrei alguns parágrafos  em um capítulo do Livro 12 semanas para mudar uma vida, de Augusto Cury, algo muito interessante, leia  atentamente.

"Os soldados golpeavam-lhe o rosto e Pedro golpeava-lhe o coração emocional. Quando Pedro o negou pela terceira vez, ele esqueceu-se de si e procurou, com os seus olhos, os olhos do seu discípulo. Sabia que Pedro estava algemado no cárcere do medo. Sabia que após sua negação seu sentimento de culpa poderia ser tão grande que ele poderia atentar contra a sua vida. Os olhos do mestre penetraram nos olhos de Pedro. Seu olhar disse muito sem dizer nada. Disse que o amava, ainda que ele o negasse. Pedro, numa situação em que não conseguia raciocinar, ficou perplexo com esse olhar.... reconheceu sua fragilidade... Cada gota de suas lágrimas foi uma lição de vida, nunca aprendeu tanto sem ouvir nada. Aprendeu, porque Jesus o surpreendeu."

Nenhum comentário:

Postar um comentário